RAPEL

RAPEL é uma técnica de descida, onde o montanhista desce de forma controlada, por cordas ou cabos, vencendo obstáculos tais como, prédios, paredões, abismos, penhascos, pontes, declives, etc…, e tudo mais o que você puder imaginar… Antes o rapel era usado por alpinistas para descerem as montanhas depois de uma escalada, por equipes de resgate em suas operações, ou simplesmente como aventura esportiva. Hoje em dia é praticado também como esporte radical, mesmo por quem não sabe escalar, uma vez que ele permite várias “manobras” durante a descida. Essa atividade é feita por meio de equipamentos seguros (mosquetões, freios que normalmente tem a forma de um 8, cadeirinha, luvas e etc… ).

Para se manter preso à corda, usa-se a cadeirinha, presa ao freio por um mosquetão que é uma peça oval com um sistema de abertura e na maioria das vezes com um sistema de trava, e permite que escaladores, espeleólogos ou mesmo os “trekkers” que gostam de aventuras mais radicais, desçam pelas cordas, parando no meio da descida, para fotografias ou para o que for necessário. Cumprindo-se as normas de segurança sempre à risca, o RAPEL quase não oferece riscos. O equipamento deve estar sempre em boas condições, devem ser de boa marca e procedência e devem passar sempre por uma manutenção simples, podendo ser feita por qualquer pessoa. A segurança deve estar acima de tudo, inclusive a economia, portanto é melhor comprar um bom equipamento.

Atenção: O RAPEL é uma técnica relativamente fácil. Mas, se você quiser praticá-lo, é essencial que você faça um curso ou ao menos verifique se a pessoa que vai lhe ensinar tenha feito tal curso, ou seja, procure instrução de um guia qualificado para garantir a segurança durante a prática do esporte.

Tags:

Comentarios fechados